Você sabe o que é um NFT?

Autor: Telium Networks, 07/01/2022 às 12:00
Você sabe o que é um NFT?

Se você está nesse blog é porque tecnologias te interessam e, se tecnologias te interessam, você provavelmente já ouviu algo sobre NFTs.

NFT é a sigla para Non-Fungible Token ou Token Não-Fungível em português. O que não ajuda muito a entender o que é e para que serve um NFT, não é?

Por isso, vamos separar os dois termos da sigla para que possamos entender melhor.

 

O que é Token?

Um token é, basicamente, a representação digital de um ativo registrada em uma blockchain, representando a propriedade de algo. Por exemplo, ao possuir uma criptomoeda, você na verdade tem na sua carteira digital um token que representa a propriedade daquela moeda.

É possível gerar tokens que representem diversos tipos de propriedades reais e virtuais.

 

O que é “não-fungível”?

Bens não fungíveis, segundo o Código Civil Brasileiro, são coisas que não podem ser substituídas, consideradas únicas.

Uma ótima forma de fazer essa distinção é comparando objetos diferentes, por exemplo:

Vamos pegar 2 pares de chuteira exatamente iguais, mesma marca e número.

Uma delas está nova na caixa e a outra foi utilizada e autografada por Pelé na final da copa de 1970.

A primeira chuteira é considerada um item fungível, na medida em que pode ser substituída por outra chuteira exatamente igual e nova da mesma marca.

A segunda chuteira é um item não-fungível, pois suas características a tornam completamente única e insubstituível.

Outro exemplo muito utilizado é o de obras de arte. A Mona Lisa de Leonardo da Vinci é um item não fungível, uma vez que não existem duas peças iguais e seria impossível substituir a original, por melhor que seja a qualidade da réplica.

 

Token não-fungível

A ideia do NFT é criar a mesma condição em um item virtual, atribuindo valor a algo que antes poderia ser facilmente copiado.

Por exemplo, uma obra de arte virtual, feita com um programa de computador, poderia ser baixada por qualquer pessoa e possuiria um valor nulo de mercado.

Quando transformada em um NFT, é criado um certificado digital que atesta ao proprietário que ele é o dono da obra original. Então, da mesma forma que uma obra de arte física, não importa quantas e quão boas sejam as cópias, elas não terão valor algum de mercado, ao passo que a original irá reter seu valor por ser “única”.

 

É possível copiar NFTs?

Não, é praticamente impossível criar uma cópia de um NFT, pois o código é armazenado em uma blockchain, que é um banco de dados público e imutável. Da mesma forma que é impossível copiar uma criptomoeda, o NFT também possui o mesmo nível de segurança.

 

Posso criar NFTs?

O processo para criar NFTs é bem simples e intuitivo. Bastando o interessado se cadastrar em uma das plataformas que gerenciam NFTs, conectar a carteira de criptomoedas e fazer o upload do projeto.

As plataformas cobram uma taxa para o uso do blockchain e comissão em cima da venda do NFT (geralmente na casa dos 2 a 3%)

 

O mercado de NFTs

O sucesso do mercado de NFTs já é bem aparente, com um volume de vendas de US$ 13,2 bilhões entre janeiro e setembro de 2021. Com isso, podemos avaliar um bom potencial de mercado para pessoas que tenham interesse em investir.

 

Vantagens

Os NFTs trazem uma nova possibilidade de autenticação e mercado para o universo digital, além da grande facilidade de produção e comércio.

A escassez, por serem produtos únicos, garante o bom valor de mercado e a facilidade de comércio traz grande acessibilidade.

A tecnologia traz grande potencial e certamente será cada vez mais difundida no futuro.

 

 

 

 

 

 

Nuvem de tags