Profissionais de banco de dados: o que realmente fazem

Autor: Telium Networks, 22/10/2020 às 10:18

“Informação é poder”. Essa máxima nunca foi tão verdadeira quanto hoje.

Dados são informação e os bancos de dados permitem que ela seja armazenada e utilizada de forma eficiente, tornando diversos setores de tecnologia mais ágeis e eficientes do que seriam se dependessem apenas da intuição humana.

O fato é, tudo que fazemos hoje em dia é influenciado por dados, não acredita?

 

Dados influenciando tomadas de decisão: aplicação prática

Nos últimos 20 anos o poder do acesso à informação e utilização de bancos de dados tem mostrado resultados práticos impressionantes, que de outra forma não seriam possíveis.

Uma rede de supermercados americana descobriu em seu gigantesco banco de dados uma correlação entre a venda de fraldas e cervejas.

Após análise dessa informação, traçaram o perfil: pais jovens que saem à noite para comprar fraldas para seus filhos e aproveitavam o percurso para comprar algumas latas de cerveja.

Com base nesses dados e perfil traçado, a rede reposicionou os dois produtos lado a lado, resultando em um aumento significativo na venda de ambos.

Em outro caso famoso, uma rede de varejista descobriu um aumento significativo na venda de colírios antes dos feriados, facilitando a administração de estoques para essas datas, evitando esgotamento do produto.

Claro, que as aplicações de banco de dados não se limitam ao comércio.

Porém, esses casos históricos servem para exemplificar como insights valiosos podem estar escondidos dentro de um banco de dados.

 

Potencial dos bancos de dados

Com o constante avanço dos bancos de dados e das tecnologias para analisá-los de maneiras mais eficientes, grandes avanços já estão sendo implementados.

Um dos principais usos da tecnologia é no sistema de saúde.

Com um banco de dados robusto, é possível colher informações de milhões de pessoas e traçar perfis preciosos e prevenir doenças antes que elas se tornem graves.

É possível, também, coletar informação de diversos casos de investigação policial e produzir relatórios detalhados, ajudando na solução e prevenção de crimes.

Enfim, a utilização adequada em diversos setores da sociedade pode trazer grandes benefícios à nossa qualidade de vida.

 

Bancos de dados no dia a dia

Apesar de parecer distante e utópico, as tecnologias de bancos de dados já estão presentes em muitas das coisas mais simples que fazemos, e provavelmente a maioria das pessoas lendo este artigo utilizam um tipo muito comum de banco de dados diariamente: as ferramentas de pesquisa.

Seja dentro de um site de compras, seja o “google” ou outra plataforma, essas simples buscas seriam impossíveis sem a utilização de um banco de dados relacional.

Quando você insere uma palavra no buscador ele irá categorizar as palavras e acessar seu banco de dados interno, por exemplo:

“Ferrari Vermelha 1989”

Ao digitar essas palavras, o sistema de buscas irá acessar alguns bancos específicos, nesse caso: carro, cor e ano. E localizar Ferraris fabricadas em 1989 de cor vermelha. O buscador da sua loja local funciona da mesma forma.

Ao buscar um produto, ele estará devidamente separado em diversas categorias, e conforme você insere as palavras ele vai selecionando as opções que se encaixam, até chegar no que você está buscando.

Bancos de dados tem um potencial enorme, e muito a ser explorado pelos profissionais que os administram.

 

Profissionais de banco de dados.

A principal figura desde artigo é o Administrador de Banco de Dados.

Como você deve imaginar, todas essas incríveis possibilidades não chegam de maneira simples, e profissionais incrivelmente especializados e capacitados são necessários para que o Banco de Dados seja funcional e cumpra com seus objetivos.

As atribuições do Administrador de Banco de Dados são:

·       Gerenciar o Banco de Dados;

·       Desenvolver o Banco de Dados;

·       Monitoramento de desempenho;

·       Garantia de integridade;

·       Disponibilizar informações;

·       Backups;

·       Replicações;

·       Otimização.

Não são poucas tarefas, e não são tarefas simples.

O desenvolvimento de uma Banco de Dados exige fluência em linguagens como o “SQL”, “MySQL e “NoSQL” e uma base teórica sólida nas estruturas que compõe o banco, como estrutura hierárquica ou relacional.

Mas é graças a esse profissional que é possível ter um Banco eficiente em que é possível gerar análises e relatórios que seriam impossíveis de outra maneira.

E é com esses relatórios que grandes decisões de negócios são tomadas.

Nuvem de tags