O que é CWDM?

Autor: Telium Networks, 16/03/2020 às 12:00

Os sistemas de telecomunicação se tornaram fundamentais ao estilo de vida moderno nos últimos tempos. Foram anos de avanço das primeiras tecnologias de comunicação até chegarmos às modernas redes em fibra óptica.

Para mover grandes volumes de informação por grandes distâncias a fibra óptica tem à sua disposição algumas tecnologias, sendo elas: WDM, WDMA, DWDM, WWDM e CWDM.

Todas elas derivam diretamente da WDM (Multiplexação por comprimento de onda), inclusive o nosso fosse neste artigo, o CWDM (Multiplexação espaçada por comprimento de onda), sendo a diferenciadas por suas taxas de transmissão suportadas, distâncias cobertas, espaçamento de canais e custos envolvido.

 

WDM: É uma tecnologia que utiliza vários sinais de luz em uma única fibra. Cada sinal é gerado por um laser separado utilizando diferentes comprimentos de onda, eles são transmitidos simultaneamente, porém, em diferentes bandas do cabo, podendo ter formatos e taxas de bits variados. É possível adicionar canais para expandir a capacidade de transmissão sem trocar o equipamento, sendo muito custo-eficiente.

 

CWDM: Esta tecnologia tem uma variedade de vantagens em relação às outras, sendo uma maior largura de banda, custo de equipamentos e operacional reduzidos, menor consumo de energia, desenho de rede simples, facilidade de instalação, configuração e um alto nível de segurança e flexibilidade.



Essas vantagens se devem a maneira que a CWDM é estruturada, com equipamentos de baixa densidade e uma variedade de 4 a 16 canais dependendo da fibra utilizada no projeto (desempenhado seu melhor com a fibra LWP). Ela tem um amplo espaçamento entre os canais e aceita dispositivos com maior tolerância, como lasers não refrigerados. Além de filtros ópticos de banda larga, multiplexadores e demultiplexadores de menor complexidade, o que reduz o custo.

A CWDM opera com uma taxa de transmissão de entre 1,25 GB/s e 2,5 GB/s, cobrindo distâncias de 40 a 80 km e aceita amplificadores ópticos lineares podendo aumentar seu desempenho.

O único real ponto fraco da CWDM é sua limitação para serviços que precisam de altas taxas de transmissão.

 

A fibra óptica é a opção ideal para quem precisa de maior largura de banda e possui uma grande variedade de tecnologias disponíveis no mercado. A CWDM está em um ponto de equilíbrio entre custo e benefício, sendo muito usada em aplicações metropolitanas e proporcionando maior velocidade, estabilidade e produtividade para os negócios que utilizam sua tecnologia.

 

Nuvem de tags